ATENDIMENTO INDIVIDUAL

Sono Infantil

Dormir é como comer, é vital e natural.
Toda criança é capaz de dormir bem se respeitarmos suas necessidades e capacidades!

SUMÁRIO

 

Orientações: Sugiro retirar um tempo especial para ler todo conteúdo explanado, pois são informações valiosas.

 

1. Desmistificando o Sono Infantil

2. Perguntas frequentes:

2.1. Como funcionam os atendimentos em sono infantil?​

2.2. Qual a idade ideal para ensinar o bebê a dormir?

2.3. O que é um plano de atendimento?

2.4. Quanto tempo o bebê demorará para aprender a dormir?

2.5. Como é possível os seus atendimentos transformar a vida de uma família (como citam nos depoimentos)?

2.6. Qual valor do atendimento e qual as formas de pagamento?

1. DESMISTIFICANDO O Sono infantil 

Muitos pais acreditam que não dormir bem na infância é normal e não causa mal algum, afinal “muitas crianças não dormem” e utilizam as mais variadas desculpas para não mudar seus hábitos, como aquela famosa frase: “é apenas uma fase” (em determinadas situações é mesmo, mas na maioria das vezes não, são hábitos que podem ser mudados).

Porém, hoje sabemos (com base em diversos estudos científicos) que a falta adequada de sono na infância pode causar diversos prejuízos (em curto, médio e longo prazo), como: prejuízos no desenvolvimento cognitivo (consolidação da memória, déficits de atenção, enfim, nas funções executivas), no comportamento (hiperatividade, agressividade, impaciência, ansiedade, dificuldade para relacionar-se), no humor (irritabilidade excessiva).

Em diversos aspectos relacionados à saúde (imunidade, funcionamento hormonal adequado, limpezas e funções metabólicas) e na dinâmica familiar (depressão materna, rompimento do casal, impaciência, dificuldade para lidar/respeitar/ouvir o outro, brigas/discussões exacerbadas, bem estar emocional/físico geral de toda família).

 

Enfim, hábitos são ensinados (sejam alimentares, de sono, rotina de estudo, de trabalho, entre outros) e o que você ensinar hoje para seu filho (a) será o reflexo do que ele aprenderá amanhã (adolescente e adulto).

Aliás, entender os nossos filhos é algo muito importante, um exemplo: Imagine que você está com frio, pede ajuda e alguém lhe dá comida. Você está com fome e alguém lhe coloca para dormir. Está com calor e alguém o leva trocar de roupa. Está com dor e levam-no tomar banho. Como o bebê se sente quando a resposta para tudo que solicita é a mesma (leite, por exemplo) ou é sempre equivocada? Ele sente que suas necessidades não são atendidas.

 

Um bebê que fica o dia todo com sono, pois seus cuidadores não entendem que ele está apenas querendo dormir, como se sente? Exausto. Igual a você. Observe como você se sente passando 24h acordado. Um bebê de 1 ano geralmente necessita de 12 horas de sono noturno, mas dorme apenas 8 horas. É como se você dormisse 3 horas de sono por dia. Como você se sentiria?

 

É muito importante quebrar o mito do sono infantil, as pessoas precisam entender que dormir é natural, é necessário, não é venda de consultoria, livros ou cursos. Ajudar/ensinar uma criança a dormir bem não é maldade, pois em cada idade e em cada fase existe uma necessidade de sono real e isso precisa apenas ser ajustado.

 

Maldade é não entender nada sobre sono infantil (nenhum processo cognitivo, nenhuma fase de desenvolvimento, nenhuma necessidade) apenas as "bobagens que ouviu por aí" de pessoas que não entendem do assunto ou não estão pensando de verdade em como os bebês se sentem (e ainda justificam: "estou seguindo o que ele quer de forma natural").

 

Natural é dormir, é comer, é fazer cocô, é fazer xixi, é ficar acordado. Nosso corpo foi feito para tudo isso e em cada momento do dia ocorre um processo hormonal natural e necessário para que isso tudo seja possível.

Maldade é usar métodos absurdos que causam traumas em pais e em bebês/crianças (achando que é certo ou bom). É uma mãe passar 3 anos com raiva da maternidade (entrando em depressão) por não descansar 1 noite da sua vida. É ver crianças com diversos atrasos por falta de sono adequado e um número considerado de profissionais que não tiveram acesso aos conhecimentos específicos da área atestando que é “normal uma criança não dormir” (recomendando para seus pacientes o que fizeram com seus filhos ou "ouviram falar", sem realmente entenderem do assunto).

 

O que precisamos cuidar e buscar são profissionais altamente qualificados para compreender a situação no geral, conhecer as fases de desenvolvimento de uma criança, entender as emoções da família e saber lidar com tudo isso. E aí sim, de forma natural, sem traumas ou métodos absurdos trabalhar o sono de todos.

E o meu trabalho é justamente esse: buscar o melhor para cada família atendida, trabalhando o sono aos poucos, sem ansiedade, sem traumas, de maneira leve e natural. Orientar e capacitar os pais para lidarem com cada fase que está por vir. O sono é apenas um detalhe, quando organizamos o ambiente familiar, tudo ocorre naturalmente. Pais bem orientados são pais mais tranquilos e seguros e esse é o grande segredo, o que se distanciar disso, não concordo.

 

2. Perguntas frequentes:

2.1. Como funcionam os atendimentos em sono infantil?

 

PASSO 1: Antes da primeira sessão (realizada por videoconferência ou atendimento presencial) enviarei alguns documentos importantes para a família responder: questionários desenvolvidos exclusivamente para identificar as necessidades e dificuldades relacionadas ao sono e a rotina da criança. Informações básicas sobre a criança e seu desenvolvimento e informações básicas da família e da dinâmica familiar.

 

PASSO 2: Após a leitura e avaliação desses documentos, minha equipe agendará a primeira sessão de atendimento, onde nos conheceremos e iniciaremos as primeiras mudanças (se necessárias) e orientações. Após essa sessão desenvolverei e enviarei para a família um plano de sono (mudança e rotina) personalizado de acordo com as necessidades e objetivos da família.

 

PASSO 3: O plano de sono é presentado em uma sessão de atendimento para a família sanar suas dúvidas, entender a fisiologia do sono (infantil e adulto) e iniciar o processo de mudanças muito bem orientada.

 

PASSO 4: Após essa sessão continuarei orientando a família pelo WhatsApp pelas sessões de atendimento (online ou presencial) conforme a necessidade da família e do plano contratado.

Observação: Nesse ponto, a família precisa se dedicar, questionar, mandar suas dúvidas, rotinas diárias, se interessar pelo processo e querer realmente a mudança, acreditar nela. Estarei disponível para isso, mas a família também precisa estar. Respeito quando a família não está e aguardo até que a mesma decida verdadeiramente focar e priorizar o processo.

 

CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES: 

O meu trabalho é completo, avalio todo o universo que o bebê vive, desenvolve-se e evolui. Trabalho todas as questões que de alguma forma podem influenciar no sono do bebê e da família. Estudo há 12 anos e, exclusivamente, há 7 anos o universo materno e desenvolvimento infantil. Sinto-me extremamente preparada para atender toda a demanda que busca o meu trabalho e minhas orientações.

 

Meu atendimento é um processo tranquilo e sempre busco torná-lo um processo natural para a família, respeitando sua dinâmica e suas particularidades. Minhas orientações são baseadas em diversos estudos científicos e em minha experiência profissional.

 

Dormir a noite toda NÃO é um sonho de propaganda de TV, e sim, uma REALIDADE que toda família deveria ter a possibilidade de viver. E o meu objetivo enquanto profissional é exatamente esse, proporcionar às famílias que buscam a minha ajuda qualidade de vida. Não é apenas proporcionar noites de sono, e sim, orientações importantes para o desenvolvimento e educação dos filhos por toda vida e isso, realmente, não existe preço!

2.2. Qual a idade ideal para ensinar o bebê a dormir?

Não existe uma idade ideal. Bebês e crianças de todas as idades (0 a 12 anos) são capazes de aprender a dormir, pois TODAS são capazes de adquirir novos conhecimentos e comportamentos. A única diferença são os métodos que utilizamos em cada idade e isso está ligado diretamente à capacidade cognitiva de cada criança.

É importante ressaltar que o que pode ser trabalhado com um bebê de 8 meses, não deve ser aplicado/trabalhado da mesma forma para um bebê de 1 mês. Cada criança é um universo diferente e precisamos trata-lá com respeito dentro de sua individualidade.

Famílias bem orientadas desde cedo evitarão diversos problemas de sono, hábitos e comportamentos inadequados no futuro, minimizando estresse para a família em curto e longo prazo. Em todas as idades existem desafios e todos são possíveis de serem enfrentados com o conhecimento certo e dedicação!

 

2.3. O que é um plano de atendimento?

O plano de atendimento é a estrutura do nosso trabalho. Após analisar toda rotina familiar e os hábitos do bebê/criança, desenvolvo um plano de atendimento com estratégias possíveis para ensiná-lo a dormir e atender as demais demandas da família. É nesse plano que indico as falhas ou dificuldades da rotina e explico os principais motivos dos despertares noturnos.

Ensino para a família conhecimentos valiosos sobre sono adulto e infantil (científicos, reconhecidos na psicologia e na medicina). Se necessário, desenvolvo uma nova rotina para o bebê (baseado em suas reais necessidades) ou apenas modifico a rotina existente. Dentro dessa rotina, trabalhamos questões relacionadas a outras áreas, como alimentação (diretamente ligada ao sono), saúde e se necessário encaminho a criança para atendimento com profissionais especialistas nas áreas necessárias (atuo somente em minha área).

Enfim, faço uma análise do desenvolvimento do bebê em geral e entrego esse plano para à família explicando-lhe como modificar a situação atual e, através das sessões de atendimento, ajudo a colocar em prática o conteúdo apresentado. Lembrando que cada bebê aceita novos estímulos e mudanças de maneiras diferentes. Por esse motivo, em algumas situações precisamos mudar as estratégias com o desenvolvimento do trabalho.

 

3.4. Quanto tempo o bebê demorará para aprender a dormir?

Cada criança se desenvolve de uma maneira diferente, cada bebê é um universo e precisamos respeitar o seu tempo e suas necessidades. Então, não é possível estabelecer um tempo fixo para o bebê aprender a dormir a noite toda. Precisamos iniciar o trabalho, entender e conhecer esse bebê para depois ajustar a sua rotina.

Outro ponto importante a ser considerado, cada família tem um perfil diferente, algumas são mais aceleradas e efetuam as mudanças em uma semana e outras famílias precisam de mais tempo para entendê-las e executá-las.

O tempo depende muito do bebê e da família. Toda e qualquer adaptação na vida de um bebê/criança demora em média 30 dias para ser efetivada (para o adulto isso ocorre da mesma forma com qualquer mudança de hábito), pois esse é o tempo que, em regra, o cérebro leva para assimilar algo novo (aceitar, entender e mudar realmente). Há bebês que aprendem a dormir em 7 dias, outros em 15 dias e outros em 40 dias. Novamente, não existe um tempo pré-determinado.

 

2.5. Como é possível os seus atendimentos transformar a vida de uma família (como citam nos depoimentos)?

É importante salientar que não existe mágica em meu trabalho, mas sim, CONHECIMENTOS, experiência e muita dedicação envolvida nesse processo. Muitas famílias relatam que mudaram muito após iniciar os atendimentos e isso é verdade, mas essas mudanças ocorrem, principalmente, pois a família de alguma forma desejava mudar e se dedicou para aquilo ocorrer, portanto o mérito não é meu.

Os pais passam a pensar mais sobre o que estão ensinando para seus filhos, se unem, passam a valorizar mais os momentos juntos e aprendem com os desafios. A família se sente empoderada sobre a sua maternidade/paternidade e saiba que isso é extremamente gratificante para os pais. Não é mágica, é um olhar especializado, sensível e empático sob uma família que busca ajuda e orientação. Se a família deseja mudar e evoluir verdadeiramente isso irá ocorrer. Novamente, meu trabalho é mais do que apenas dormir a noite toda!

 

2.6. Qual valor do atendimento e qual as formas de pagamento?

Os valores são cobrados através de Planos de Atendimento de acordo com a idade do bebê e a necessidade da família e podem ser personalizados de acordo com a intenção da família e tempo de atendimento. Clique aqui para um orçamento padrão. Caso, deseje um orçamento personalizado entre em contato com o nosso suporte.

As formas de pagamento são:

  • Cartão de crédito em até 12x (com juros cobrados pela operadora do cartão de crédito);

  • À vista por depósito bancário (nessa opção trabalhamos com descontos);

  • Boleto bancário (nessa opção não parcelamos e não trabalhamos com descontos).

Agendamentos e orçamentos:

WhatsApp: (49) 98827-1637 ou Clique aqui!

E-mail: vendas@mudeseushabitos.com

            contato@sobrematernidade.com.br

Ou nos escreva através do formulário abaixo.

Contato

Rua Santos Dumont, 104 - Sala 503

São Miguel do Oeste, SC

​​

WhatsApp: (49) 98827-1637 (Equipe de Suporte)

vendas@mudeseushabitos.com

contato@sobrematernidade.com.br

  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone LinkedIn

Copyright © 2020 Mude Seus Hábitos. Todos os direitos reservados.

Rua Santos Dumont, 134, Sala 503 - Centro - São Miguel do Oeste/SC

Criado por Binario Digital Trend LTDA.

vendas@mudeseushabitos.com